fbpx

5 dicas práticas de como reduzir a emissão de carbono

02 jul 2019

O pensamento sustentável não é uma mera tendência. Ao longo dos anos, essa preocupação se tornou uma necessidade urgente para preservar os recursos naturais do planeta e garantir nossa qualidade de vida.
Sabemos que o gás carbônico (CO2) é um dos grandes vilões no cenário atual. Embora não seja tão fácil aprender como reduzir a emissão de carbono na atmosfera, é perfeitamente possível desenvolver essa consciência e fazer disso um hábito.
Quer saber como? Então, acompanhe a leitura e aprenda a agir de forma ecologicamente correta!

Importância de reduzir a emissão de carbono

Antes de explicar como reduzir a emissão de poluentes na atmosfera, precisamos entender o contexto do problema. O famoso dióxido de carbono (CO2) tem diversas aplicações na sociedade quando está em sua forma gasosa — como na fabricação de bebidas, em controles de incêndio e até em intervenções cirúrgicas. Por outro lado, ele é maléfico para os seres humanos se inalado em grandes quantidades, irritando as vias respiratórias e, em casos mais graves, podendo causar mortes por asfixia.
Como sabemos, o excesso de dióxido de carbono lançado diariamente na atmosfera tem papel preponderante no superaquecimento do planeta, o que gera desequilíbrio dos ecossistemas e impactos ambientais em grande escala.
Por isso, combatê-lo se tornou uma necessidade urgente, sobretudo tendo em vista a quantidade de fontes poluentes que fazem parte do nosso cotidiano. O setor automobilístico e de transportes, por exemplo, é um dos principais emissores de CO2 no meio ambiente — além dos desmatamentos e queimadas florestais, que causam alterações climáticas em todo planeta.
Sendo assim, o melhor caminho para reduzir a emissão de gases poluentes é reduzir o consumo de combustíveis fósseis e barrar os desmatamentos. O plantio de árvores, inclusive, tem sido uma medida bastante usual nesse combate.
No entanto, vale lembrar que essa não é uma alternativa 100% eficaz, já que as espécies vegetais — que neutralizam o CO2 no processo de fotossíntese — não dão conta de absorvê-lo na mesma velocidade em que o produzimos.

Dicas para reduzir a emissão de carbono

Com o crescente desenvolvimento das indústrias e tecnologias, os níveis de gás carbônico estão atingindo patamares assustadores. Nesse sentido, precisamos pensar em maneiras para diminuir a emissão de CO2 até mesmo em pequenas atitudes do dia a dia.
Isso pode ser realizado a partir da inclusão de hábitos simples na nossa rotina, como ir de carona ou de bike para o trabalho. A seguir, listamos 5 dicas para você incorporar atividades ecológicas no seu dia a dia!

1. Vá de carona para o trabalho

O hábito de compartilhar caronas é uma solução inteligente para diminuir os impactos ambientais gerados pelo excesso de veículos em circulação. Existem aplicativos de caronas corporativas para você chegar ou sair do serviço de um jeito fácil, prático e seguro.

O Bynd, por exemplo, conecta usuários cadastrados e concentrados em regiões empresariais de grandes centros urbanos. Assim, funcionários que fazem rotas semelhantes podem dividir a corrida, revezando-se na oferta caroneira. É ou não é genial?

2. Considere também ir de bike

Já pensou que maravilha não ter que se preocupar com combustível, seguro, IPVA, estacionamento, flanelinha, entre várias outras despesas? Saindo de bike você deixa todos esses problemas para trás. É claro que uma bicicleta segura e bem equipada também demanda investimento e manutenção — mas nem se compara aos custos do carro.
Sem falar no melhor: fugir do trânsito, contemplar a paisagem e relaxar enquanto pedala. Tudo isso poupando o meio ambiente dos gases tóxicos da combustão automotiva. Pode até ser que no início você estranhe um pouco a experiência, porém os benefícios são tantos que logo se acostuma.
Além disso, pedalar é um exercício muito poderoso para o corpo e mente. A endorfina liberada durante vinte minutos de atividade já é capaz de relaxar a musculatura e melhorar o humor. Nada mau chegar no serviço em plena segunda-feira relaxado, sorrindo e de bem com a vida, não é mesmo?

3. Utilize o transporte público

Como vimos, o universo dos automóveis e a indústria de transportes são responsáveis por grande parte do CO2 que polui a atmosfera. Isso acontece por conta do processo de queima dos combustíveis (gasolina, álcool, diesel etc.). Portanto, quanto menos veículos estiverem em circulação, melhor é para o planeta.
Desse modo, mesmo que o transporte público na sua cidade não seja lá essas coisas, dê preferência a ele sempre que possível. Além de diminuir a emissão de poluentes devido ao grande número de automóveis circulando, o uso do ônibus ou metrô ainda descongestiona o trânsito caótico dos grandes centros urbanos.

4. Mantenha em dia a revisão do carro

A bike é sim uma excelente escolha, mas concordamos que nem sempre ela é a melhor opção — como nos dias chuvosos, por exemplo. Nessas horas ou em uma situação de urgência, é inevitável tirar o veículo da garagem quando não dá para optar pelo transporte público.
Mas saiba que, mesmo de carro, é possível adotar medidas que amenizem os impactos negativos no meio ambiente. Manter o automóvel com a revisão em dia melhora o rendimento do veículo. Sendo assim, o gasto de combustível será menor e, consequentemente, menos gases poluentes serão emitidos.
O prazo ideal da revisão consta no manual do veículo. Via de regra, recomenda-se revisar o carro a cada semestre ou a cada dez mil quilômetros rodados no marcador, dependendo de qual dessas marcas vier primeiro. Utilizar veículos movidos a biocombustíveis em vez de combustíveis fósseis (gasolina ou diesel) também é uma medida sustentável.

5. Invista em pneus verdes

Ainda falando sobre o setor automotivo, considere trocar os pneus convencionais do seu carro por pneus verdes. Esse tipo de pneu tem a mesma função dos demais. Porém, eles são fabricados com um composto extra que minimiza a emissão de poluentes. Afinal, essa substância é a sílica, responsável por diminuir o atrito dos pneus com o asfalto.
Desse modo, o pneu passa a trabalhar mais frio, gerando menos calor no contato com o solo. Em termos práticos, isso significa menor gasto de combustível para gerar movimento e, conforme menos combustíveis são queimados, a emissão de gás carbônico poluente na atmosfera é reduzida. Portanto, trocar os pneus do carro também é uma das maneiras para diminuir a emissão de CO2 no meio ambiente.
Com essas dicas, ficou mais fácil entender como reduzir a emissão de carbono e pegar carona nessa ideia.
Gostou do post? Entre na onda e veja 5 estatísticas para sua empresa pensar em mobilidade corporativa agora!

Compartilhar nas redes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Procurar

Guia de mobilidade corporativa.

Saiba como aumentar a eficiência e reduzir custos de transporte na sua empresa.

Assine nossa newsletter

Últimos posts

Mês de publicação

Leve o Bynd para a sua empresa ou universidade